segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Professores do Direito manifestam-se sobre Greve e Ocupação da Reitoria


Alguns professores da Faculdade de Direito têm se manifestado sobre as recentes movimentações na UERJ.

Se por um lado não houve deliberação coletiva entre os docentes da Unidade, por outro pipocam manifestações de adesão e de não-adesão à greve, iniciada hoje, 15 de setembro, na categoria.

O professor Sérgio Campinho, do Departamento de Direito Comercial e do Trabalho, declarou que seu Departamento aderirá à greve. Por outro lado, os professores de Direito Financeiro, como o prof. Marcus Abraham, decidiram não entrar em greve para não deixar os alunos sem aulas. Flávio Mirza, que ministra aulas de Processo Penal, também continuará dando aulas.

O prof. de Direito do Trabalho Rodrigo Lychowski, membro da Asduerj, vêm se manifestando em prol do movimento, participando ativamente de assembléias e divulgando seu posicionamento na Faculdade.

Também o prof. João Hilário, de Processo do Trabalho e Prática Forense Trabalhista, e a profª Patrícia Glioche, de Direito Penal, resolveram paralisar suas atividades.
Em passagem em sala hoje para informar os alunos sobre a Ocupação, a profª Maria Celina, de Direito Civil, mostrou-se favorável às reivindicações estudantis e à Ocupação da Reitoria, também apoiada pelo Prof. Lychowski.

Os docentes Carlos Edison, de Direito Civil e Flávio Galdino, de Processo Civil continuam também suas atividades acadêmicas.

Um comentário:

Valdecy Alves disse...

Meus parabéns pelo blog e não deixe de ler matéria sobre: POR QUE NINGUÉM MAIS QUER SER PROFESSOR? Basta acessar meu blog, clicando em:
www.valdecyalves.blogspot.com

Não deixe de ler poesias de minha autoria vendo video-poesia, clicando em:

http://www.youtube.com/watch?v=jj0tAsBOkO8